Quem sou eu

Minha foto
Salvador, Bahia, Brazil
Olá blogueiras, me chamo Esthefane, tenho 20 anos, criei este blog para o acompanhamento da minha gestação e o crescimento da minha filhota. irei contando a minha história e fazer novas amizades !Engravidei aos 19 anos, mesmo tendo ovario micropolicisticos. Agora sou a mamãe da Esthela que nasceu no dia 06/04/2013, ás 16:02 de parto cesário.

Seguidores

Total de visualizações de página

Tecnologia do Blogger.

1° dia de vida

1° dia de vida
3,430 kg e 50 cm

1° mês e 15 dias

1° mês e 15 dias
5,500 kg e 50 cm

2° mês

2° mês
não foi pesada

3° mês e 10 dias

3° mês e 10 dias
7,900 kg e 64 cm

4 meses e 3 dias

4 meses e 3 dias
8,300 kg e 66 cm

5 meses e 14 dias

5 meses e 14 dias
Peso 9,100 kg e medindo 71 cm

6 meses e 11 dias

6 meses e 11 dias
9,400 kg e 72 cm

7 meses e 15 dias

7 meses e 15 dias
10,400 kg e 74,5 cm

8 meses e 13 dias

8 meses e 13 dias
10,100 kg e 75 cm

9 meses e 13 dias

9 meses e 13 dias
10,490 kg e 77 cm

Sou a madrinha virtual do Arthur

Sou a madrinha virtual do Arthur

Madrinha virtual da Ana Clara

Madrinha virtual da Ana Clara

Namoradinho virtual (Guilherme)

Namoradinho virtual (Guilherme)

Em que mês estamos?

Subscribe

  • São exatamente :

    Pergunte-me no ASK

    Email

    Escolha sua lingua

    Publicações.

    sábado, 31 de agosto de 2013
    Bom meninas eu acho que já falei isso aqui para vocês, mas ontem eu estava conversando com uma amiga que tem blog, que tem face e que também tem filha. E refletir também, pois o caso dela é bem parecido com o meu em relação a bebê chorona que quer atenção e esta nas fases dos dentinhos.
    Esthela ainda não esta nascendo dente, mas desde os 3 meses e meio esta com sintomas e isso só deixa ela mais estressada, é impossível eu fazer algo quando ela esta acordada, ela só que atenção, assiste um pouco, depois não que mais, depois quer colo, e dai tenho que largar tudo para brincar com ela, para ela cansar e voltar a tirar outro cochilo de minutos. O meu dia esta muito estressante, quando vejo tudo bagunçado e ela so com chororó, eu fico irritada demais, e quando ela dorme eu faço as coisas por cima, para da tempo de ao menos organizar a casa.
    O facebook o vilão , nossa essa praga não deixa eu me cuidar, eu participo de vários grupos que me prendem lá e acabo não fazendo nada quando tenho tempo, um tempo que eu poderia esta cuidando do meu cabelo, das minhas unhas, apesar de quase não ter espaço para isso, não é nem tempo é espaço mesmo, pois quando eu penso em algo Esthela advinha e não me deixa eu fazer NADA.
    As pessoas devem ficar achando que quem fica o tempo todo no face esta com o filho dormindo, mas no meu caso NÃO, eu estou acessando pelo celular e ainda com ela no colo, é bem complicado, sempre dou uma fugidinha e acabo acessando pelo celular.
    Quem tem filho pequeno, mora só com o marido e tem apenas menos de 24 hrs para organizar a casa, cuidar de filho, limpar as coisas, fazer comida, passar roupa, aff é tanta coisa, essa sim vai me entender e saber o quanto é difícil fazer esse tantão de coisa, e ainda mais quando o bebê não deixa, eu não tenho ninguém para me ajudar não, é eu e eu, as vezes que eu mando minha irmã vim buscar ela para eu arrumar a casa melhor, tirar o pó debaixo das coisas e etc. Eu preciso de uma rotina na minha casa, preciso ter horário para comer, preciso ter horario para acordar, para dormir, aqui ta tudo fora do padrão. E eu acabo ficando cansada das tarefas domesticas que não acabam nunca e que é cansativo demais, e por isso fico com preguiça de me cuidar.
    Minha vó materna quando ganhei Esthela ela veio na minha casa, pois ela mora no interior da Bahia, dai ela veio nos visitar e trazer uns mimos para Esthela e me disse minha filha tu não fica se acabando com casa e filho não, sua filha tem que ta arrumada, cheirosa, sua casa também e você mais ainda, não se joga nos cantos não, porque depois que agente tem filho tudo muda, com certeza viu, tudo mudou mesmo.
    Voltando o caso do facebook eu vou tentar mais uma vez me distanciar dele, vou entrar apenas 1x ao dia e ainda depois que estiver tudo pronto e feito, sei que não vai ser uma tarefa facil, pois eu tou VICIADA DEMAIS, mas eu tenho que tentar, pelo meu próprio bem. Bom é isso meninas.

    *-* By: Esthefane Silva *-*
    quinta-feira, 29 de agosto de 2013
    Bom como eu já tinha falado aqui, que Esthela estava se desenvolvendo muito rapido par sua pouca idade, hoje eu registrei o que acontece todo dia e varias vezes ao dia. Ela ficando de pé, ela fica sozinha se segurando em alguma coisa, mas nao largo ela so ta gente, rsrsrs so deixei ai dentro de segundos soó para registrar mesmo. Ela esta com 4 meses e 23 dias.
    cliquem aqui e vejam o video no meu facebook Esthela ficando em pé.
    Bjos
    terça-feira, 27 de agosto de 2013
    Bebês de quatro meses de idade
    1. Tente evitar a alimentação das duas da manhã antes que isto torne um hábito.

    Perto dos 4 meses de idade, seu bebê (que toma mamadeira) não precisará ser alimentado mais que quatro vezes por dia. Bebês que mamam no peito não precisam de mais que cinco mamadas no dia. Se não eliminar a alimentação da noite nesta hora, ficará mais difícil parar assim que a criança crescer. Lembre-se de dar a última alimentação às 10 ou 11 da noite. Se o bebê chorar à noite, conforte-o com uma massagem nas costas e algumas palavras suaves em vez de alimentá-lo.

    Note: Alguns bebês que mamam no peito continuarão precisando de uma alimentação durante à noite.

    2. Não permita que o bebê segure a mamadeira ou leve a mamadeira com ele.

    Bebês podem pensar que a mamadeira pertence aos pais. Uma mamadeira na cama leva a um choro no meio da noite porque seu bebê inevitavelmente irá alcançá-la e encontrá-la vazia ou no chão.

    3. Faça com que qualquer contato no meio da noite seja breve e tedioso.

    Toda criança tem quatro ou cinco despertares em cada noite. Elas precisam aprender como voltar a dormir sozinhas nestas horas.

    Se o bebê chorar mais que alguns minutos, visite-o mas não acenda a luz, brinque com ele, ou leve-o para fora do berço. Conforte-o com algumas palavras suaves e fique com ele por menos de um minuto. Se o bebê estiver de pé no berço, não tente deitá-lo. Ele pode fazer isso sozinho. Se o choro continuar por mais de dez minutos, acalme-o e fique no quarto até ele adormecer. (Exceções: se sentir que o bebê está doente, faminto ou amedrontado.)

    Criança de seis meses de idade
    1. Providencie um brinquedo atraente e macio para que sua criança segure no berço.

    Na idade dos seis meses a criança começa a sentir a separação dos pais. Um animal de brinquedo, uma boneca ou um cobertor pode ser um objeto de segurança que pode oferecer conforto à criança quando ela acordar no meio da noite.

    2. Deixe a porta aberta do quarto do bebê.

    Crianças podem tornar-se assustadas quando estão em um espaço fechado e não estão certas que seus pais estão perto.

    3. Durante o dia, responda aos medos da separação segurando e tranqüilizando seu bebê. Isto diminui o medo da noite e é especialmente importante para mães que trabalham fora de casa.

    Para os temores no meio da noite, faça contatos rápidos e tranqüilizantes.

    Cheque o bebê rapidamente e seja tranqüilizadora, porém mantenha a interação tão logo seja possível. Se o bebê for tomado de pânico quando sair ou estiver chorando e vomitando, fique no quarto até que se acalme ou adormeça. Não o tire do berço, mas providencie tudo que precise para reconfortá-lo, mantendo a luz desligada e não falando muito. No mais, sente perto do berço com sua mão encostada nele.

    Crianças de um ano de idade

    1. Estabeleça uma agradável rotina para ir dormir.

    Rotinas para dormir, que podem começar nos primeiros meses, tornam-se muito importantes para uma criança de 1 ano de idade. Crianças precisam de uma rotina familiar. Ambos os pais podem estar envolvidos na hora de dormir, como lendo ou inventando estórias, beijando e desejando à criança "boa noite". Esteja certo que os objetos de segurança da criança estejam por perto. Termine a rotina para dormir antes que a criança adormeça.

    2. Uma vez colocada na cama sua criança deverá ficar lá.

    Algumas crianças mais velhas têm acesso de raiva na hora de dormir. Elas podem protestar sobre a hora de dormir ou até recusarem-se a deitar. Estes protestos devem ser ignorados. Deve ignorar qualquer pergunta feita ou exigir que a criança durma e reafirmar a regra de que não pode deixar o quarto de dormir. Se a criança sair, volte-a rapidamente para o quarto e não permita qualquer conversa. Se responder aos seus protestos deste modo toda vez, aprenderá a não tentar prolongar a sua hora de dormir.

    3. Se sua criança tiver pesadelos ou sentir medo na hora de dormir tranqüilize-a. Nunca ignore os medos da criança ou puna por ter medos. Todos têm quatro ou cinco sonhos por noite, alguns deles podem ser ruins. Se pesadelos tornam-se freqüentes, tente determinar o que os está causando.

    4. Não se preocupe com a quantidade de sono que sua criança esta tendo.

    Diferentes pessoas precisam de diferentes quantidades de sono em diferentes idades. A melhor maneira de saber que a criança está tendo um sono adequado é se não está cansada durante o dia.

    Tirar sonecas são importantes para crianças mais novas, porém mantenha por menos de duas horas de duração. Crianças param de tirar sonecas pela manhã entre os 18 meses e 2 anos de idade e deixam de tirar sonecas a tarde entre os 3 e 6 anos de idade.

    *-* By: Esthefane Silva *-*
    É um texto muito pesado (comprido), entao vou dividir em duas partes para não ficar cansativo a leitura.

    Recém-nascidos
    1. Coloque o bebê no berço enquanto estiver sonolento, mas acordado.

    Este passo é muito importante. Sem isto, as outras medidas de prevenção falharão. A última lembrança do despertar do bebê deve ser do berço, não sua ou de ser alimentado. Ele deve aprender a dormir sozinho. Não espere que ele durma tão logo você o deite. Com freqüência leva 20 minutos até que adormeça. Se ele estiver chorando, balance-o e acaricie-o, mas quando acalmar-se, tente colocá-lo no berço antes que ele adormeça. Assim a criança aprenderá a dormir sozinha após um despertar normal. Não ajude sua criança quando não precisar. (Nota: A posição de dormir recomendada pela American Academy of Pediatrics para bebês saudáveis é de costas ou lado.)

    2. Segure o bebê quando estiver chorando muito os primeiros 3 meses.
    Todos os bebês pequenos choram bastante durante o dia e noite. Se o bebê chorar excessivamente, a causa provavelmente é cólica. Sempre atenda um bebê chorando. Suaves movimentos e carícias parecem ajudar. Bebês não devem ser mimados durante os primeiros 3 ou 4 meses de vida. Porém, bebês com cólicas precisam ser acariciados uns poucos momentos de cada dia enquanto estão sonolentos e não chorando. Nestas ocasiões, coloque a criança no berço e deixe-a aprender a adaptar-se e dormir sozinha.

    3. Carregue o bebê por pelo menos 3 horas por dia enquanto não estiver chorando.

    Está prática reduzirá o choro exagerado.

    4. Não deixe o bebê dormir por mais de três horas consecutivas durante o dia.

    Tente acordá-lo gentilmente e o distraia. Deste modo, o tempo que estará dormindo durante a noite será maior. (Nota: Muitos recém-nascidos conseguem dormir cinco horas consecutivas e você pode ensiná-los a destinar este período maior de sono à noite).

    5. Reserve nos intervalos de alimentação durante o dia pelo menos 2 horas para recém-nascidos.

    Uma maior freqüência de alimentações (como de hora em hora) leva ao bebê despertar mais vezes durante à noite para pequenas alimentações.

    Chorar é a única forma de comunicação que os recém-nascidos têm. Chorar não significa sempre que seu bebê está faminto. Ele pode estar cansado, entediado, sozinho ou com muito calor. Segure o bebê nestes momentos ou ponha-o na cama. Não deixe a amamentação tornar-se uma chupeta para o bebê. Para cada vez que você amamenta seu bebê, aconchegue-o 4 ou 5 vezes sem amamentá-lo. Não deixe estabelecer o mau hábito de alimentar toda vez que o segura.

    6. Faça alimentações no meio da noite breves e tediosas.

    Deve passar ao bebê a idéia de que a noite é especial para dormir. Quando ele acordar à noite para se alimentar, não ligue as luzes, fale com ele, ou balance-o. Alimente-o rapidamente e silenciosamente. Proporcione momentos para brincar e ninar o bebê durante o dia. Isto permite que obtenha longos períodos de sono à noite.

    7. Não acorde o bebê para trocar fraldas durante a noite.

    As exceções para esta regra são as fraldas sujas com evacuações ou quando estiver tratando uma alergia à frauda. Se tiver que trocar o bebê, use o mínimo de luz possível (por exemplo, uma lanterna), faça isso silenciosamente e destraia-o.

    8. Não deixe o bebê dormir na sua cama.

    Uma vez que seu bebê esteja acostumado a dormir com você, uma mudança para sua própria cama seria extremamente difícil. Enquanto não é prejudicial para seu bebê dormir com você, você provavelmente não terá uma noite tranqüila. Então porque não ensinar ao bebê a preferir sua própria cama? Aos 2 ou 3 meses, você pode mantê-lo no berço ou em um box perto de sua cama.

    9. Dê a última alimentação na hora de você dormir (10 ou 11 da noite).

    Tente manter o bebê acordado 2 horas antes da última alimentação. Indo para a cama na mesma hora toda noite ajuda o bebê a desenvolver bons hábitos de sono.

    Bebês de dois meses de idade
    1. Mude o berço do seu bebê para um quarto separado.

    Por volta dos três meses de idade, seu bebê pode estar dormindo em um quarto separado. Isto ajudará os pais que têm sono leve a dormirem melhor fazendo-o esquecer que os pais estão disponíveis se não puder vê-los quando acorda. Se ter quartos separados é impossível, pelo menos levante um pano ou cubra o berço cercando com um cobertor para que seu bebê não possa ver sua cama.

    2. Tente atrasar as alimentações do meio da noite.

    Por agora, o bebê poderia diminuir para uma alimentação durante a noite (duas para os que são amamentados no peito). Antes de preparar uma mamadeira, tente segurar o bebê brevemente para observar se isto irá satisfazê-lo. Se você tem que alimentá-lo, dê 1 ou 2 partes a menos do que daria durante o dia.

    Se estiver alimentando no peito, alimente por menos tempo durante a noite. Se o bebê estiver perto dos 4 meses de idade, tente alimentá-lo uma única vez à noite.

    Nunca acorde o bebê à noite para uma alimentação.


    *-* By: Esthefane Silva *-*
    Bom meninas para quem não sabe eu me amarro em fotografia, amo tirar fotos, minha camera não esta boa, é uma camera simples como uma qualquer meu sonho é ganhar uma ao menos semi profissional, e agora com a chegada da Esthela preciso mesmo, pois quero registrar todos os momentos lindos e guardar, até porque pretendo que ela seja filhota unica, sei que é ruim e tudo, mas é uma decisão minha, o esposo ate fala em outro, mas vou enrolar ele ate o dia que de. Não me vejo tendo outro filho, por isso essa melança com a Esthela, rsrs, tiro fotos mesmo, meus pen drives ja estão lotados e ela ainda so tem 4 meses, imagine?

    Meu sonho é ter uma dessa, porem pode ser de outras marcas como nikon, samsung, sony, tanto faz sendo semi profissional esta tudo otimo.
    Para fazer uma fotografia não basta so tem uma boa camera, como essa, precisa-se de truques e informaçoes, o fundo deve ser bem suave, como um branco, uma cor de creme, fundos frios, devemos focar na pessoa que esta sendo fotografada, dentre outras coisas que agora não me lembro, depois faço um post dando dicas, dicas que retirei da internet.
    Vamos la para algumas das 143 fotos que tirei da Esthela só ontem, editei e depois postei lá no facebook.



















































    *-* By: Esthefane Silva *-*
    segunda-feira, 26 de agosto de 2013
    Olá meninas vamos participar dessa promoção, ja me inscrevir e agora estou torcendo para que eu possa ganhar uma vez na vida kkk nunca ganho nada
    é so clicar aqui nesse link e participar, é facil.
    a espera do meu presentinho


    *-* By: Esthefane Silva *-*
    domingo, 25 de agosto de 2013
    Bom meninas esse assunto causam confusão em grupos que participo, que ate me da raiva pela imaturidade das pessoas em não aceitar a opinião dos outros.
    Dai vim da meu ponto de vista...Olha todo mundo esta cansado de saber, principalmente as mamaes, que o leite materno exclusivo de livre demanda é ate 6 meses, o indicado, mas tem maes que optam por da por mais tempo.
    Mas nem todas as maes vivem esse conto de fadas com a amamentação, umas o leite seca, outras vao reduzindo a produção, outras acham que o bebê esta chorando muito e so faltando comer a mao, outras tiram por nao se sentir confortável pelos os incômodos, mas muitas mamaes que parecem uma vaca(isso é otimo, para quem tem sorte) acha que é assim com todo mundo e que todas devem amamentar de qualquer forma. E as coisas não são assim, cada uma tem um direito de livre escolha e sabe o que faz bem ou mal, e tenta resolver do melhor momento.
    Tem maes que sofrem com a introdução de novos alimentos depois dos 6 meses (a maioria), e ja tem outras que conseguem sem nenhuma intervenção da criança (raro). Mas é so tentar aos poucos que todas conseguem.
    Tem mamaes que falam que introduzir alimentos antes dos 6 meses não pode por causa do intestino fragil do bebê, não é bem assim que funcionam as coisas, os pediatras indicam o aleitamento materno para o bebê ate os 6 meses não por causa que o intestino é fragil e sim porque é o melhor para o bebê. Mas como muito empecilhos ocorrem e nem todas amamenta por algum motivo, a introdução de novos alimentos é recomendado a partir de 4 meses de vida, vocês acham que se isso fosse prejudicar o intestino da criança eles iriam liberar so porque o bebê não mama ? pensem comigo ! Alguns pediatras vão liberando aos poucos, outros liberam quase tudo e da dicas de como fazer certo. (assim ocorreu com a pediatra da Esthela, como ela ja comia algumas coisinhas algumas vezes na semana ela so fez me da as dicas mesmo).
    É claro que se você for encher a comida do bebê de cominho, corante, meio mundo de sal, knnor, essas coisas que fazem mal ate para o nosso intestino, é obvio que alguns bebês vão ter uma reação.
    Mas se forem alimentos simples sem nada dessas coisas claro que pode inserir sem medo, aos poucos e muita paciência, pois os bebês amam brincar na hora da papinha.
    Então quem da mama exclusivo, continuem é otimo para o bebê.
    Quem não da mama mais por algum motivo, pode inserir sim, com a ajuda do pediatra, se aquele pediatra resolver não liberar procure informações e tente ir em outro pediatra, pois o bebê quando nao recebe os nutrientes da mama, precisa inserir de outra maneira que são com as verduras e frutas. E lembre-se sempre de da água ao bebê que nao mama mais exclusivo.
    de primeira tentem com os alimentos naturais e não aqueles industrializados, não sou contra a eles, mas de inicio não seria muito bom aqueles, depois de um mes de introdução com os naturais, se preferirem podem ate começar a usar nos bebês.
    Bom essa é minha opinião, não foi retirada de nenhuma pesquisa, espero que gostem e esse foi o meu ponto de vista.






    *-* By: Esthefane Silva *-*